Portal do IPCO
Plinio Corrêa de Oliveira
IPCO em Ação

Leve Esperança ao Sul: Ajude a Distribuir 50.000 Medalhas Milagrosas

Acordo Band e China vai dando seus frutos amargos … contra a soberania nacional. Eduardo, Itamaraty X embaixador chinês


Vai repercutindo na midia e redes sociais o infeliz, preconceituoso e antipatriótico comentário do Grupo Bandeirantes de Comunicação, lido por Eduardo Oinegue no Jornal da Band, em 20 de março, — contra a Nota de nossa Chancelaria (Ernesto Araújo) e o Deputado Eduardo Bolsonaro — a propósito da insultante declaração do embaixador chinês.(1)

Como a China tem feito sua infiltração na midia brasileira e americana?

Vejamos os fatos.

O Acordo da Band com estatal Grupo de Midia da China: frases de Xi Jinping

“Band fecha acordo com TV estatal chinesa

“Contrato prevê produções conjuntas e compartilhamento; BandNews e Arte 1 exibirão ‘Frases Clássicas Citadas pelo Presidente Xi Jinping

“SÃO PAULO – Rede Bandeirantes assina na próxima segunda (11) (novembro de 2019) um acordo de cooperação com o Grupo de Mídia da China, estatal criada no ano passado para reunir alguns dos principais ativos de televisão do país, como a rede aberta CCTV e o canal internacional de notícias CGTN”. (2)

Governador João Doria elogia a parceria Band China
 
João Doria
 
@jdoriajr

 
“Parabéns ao Grupo Bandeirantes pelo acordo assinado com o China Media Group, gigante chinesa de comunicação no rádio e TV. Parceria que estreita as relações entre Brasil e China. O Governo de SP trabalha p/ ampliar ainda mais os investimentos de empresas chinesas em nosso Estado”. (3)
 
A infiltração da propaganda chinesa na midia dos EUA
 

O sofisticado serviço de propaganda da China na medula do Ocidente

Uma investigação revelou que o Washington Post, o New York Times e muitas outras publicações, aparentemente, aceitaram milhões da China comunista para publicar propaganda chinesa calculada para dar a impressão de “naturalidade”.

É hora de falarmos sobre a desinformação chinesa paga publicada em jornais ocidentais“O China Daily, porta-voz oficial do Partido Comunista Chinês, publicou centenas de artigos de propaganda projetados para parecerem notícias comuns em alguns dos jornais mais influentes da América”.

A China violou a Lei de Registro de Agente Estrangeiro (FARA)

“Embora agentes estrangeiros possam colocar anúncios nos Estados Unidos, o meio de propaganda (chinês) violou repetidamente a Lei de Registro de Agente Estrangeiro (FARA) ao não fornecer divulgações completas sobre suas compras”. (4)

O comentário da Band tem a acidez própria aos regimes comunistas. Onde fica a bondade brasileira?
 
A inteligência e intuição brasileiras logo perceberam o grau de acidez — próprio ao regime comunista de Pequim — no comentário da Band: brutalidade, descompostura e acusações pessoais infundadas.
 
Diz a Band: “A provocação desnecessária de um deputado irresponsável (sic), seguida por um chanceler idiotizado (sic),(…) Por quanto tempo ainda veremos um idiota (sic) ocupar a cadeira de Rio Branco, Afonso Arinos e San Tiago Dantas? Essa é a opinião do Grupo Bandeirantes de Comunicação” (1).
 
Leitor brasileiro, você se reconhece nessa linguagem insultante da Band para com o nosso próprio Brasil?  Uma analogia de método, de espírito, de linguagem com os comunistas — será um fruto do acordo Band-China em novembro de 2019?
 
Responda a Band: o PCC representa o povo chinês?
 
Se o PCC representa o povo chinês quando foi a última eleição livre da China?
Quantos milhões de votos elegeram Xi Jinping? Quem o conferiu mandatário perpétuo (ditador) da China?
Os Acordos com a China são acordos com o PCC. Os acordos com estatais chinesas são acordos com o PCC.
E ainda a virulência do comunicado da Band ousa afirmar que o Deputado Eduardo Bolsonaro e o Chanceler Ernesto Araújo ofenderam o “povo” chinês?
 
O Itamaraty, sob Ernesto Araújo, continua nas vias do Barão do Rio Branco
 
Parece que a Band não entendeu bem a missão histórica do Barão do Rio Branco a quem devemos nossas fronteiras, nossa soberania neste vasto território.
O que faz o atual Itamaraty, sob a chefia de Ernesto Araújo, senão reafirmar nossa soberania face à insolência do embaixador da China comunista?
Ao contrário da Band vejamos um nexo de continuidade histórica entre Rio Branco e o atual Itamaraty: preservar nossa soberania, nossa independência, nossa Honra de Nação nascida sob o Signo da Cruz.
O Cristo Redentor e Nossa Senhora Aparecida quiem nossos governantes na defesa do Brasil e de nossa missão providencial no Mundo Livre.
Longe de nós a acidez, rancor e ódio próprios a Stalin, Mao ou seus atuais seguidores.
 
(1) https://www.bol.uol.com.br/entretenimento/2020/03/20/crise-com-china-band-chama-eduardo-de-irresponsavel-e-araujo-de-idiota.htm

(2) https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2019/11/band-fecha-acordo-com-tv-estatal-chinesa.shtml

(3) https://twitter.com/jdoriajr/status/1193934008687714304?s=19

(4) https://ipco.org.br/a-nova-arma-de-propaganda-da-china-500-paginas-insuspeitas-em-seis-jornais-americanos/

 

 

Detalhes do artigo

Autor

Marcos Machado

Marcos Machado

477 artigos

Pesquisador e compilador de escritos do Prof. Plinio. Percorreu mais de mil cidades brasileiras tomando contato direto com a população, nas Caravanas da TFP. Participou da recuperação da obra intelectual do fundador da TFP. Ex aluno da Escola de Minas de Ouro Preto.

Categorias

Tags

Esse artigo não tem tag

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Tenha certeza de nunca perder um conteúdo importante!

Artigos relacionados