Portal do IPCO
Plinio Corrêa de Oliveira
IPCO em Ação

Livro: Uma brecha na barragem - A infiltração do lobby LGBT na Igreja

Ecumenismo Só Ad Extra; Vigário Geral De Luxemburgo Exclui Nosso Manifesto

Manifesto do IPCO é proibido nas igrejas de Luxemburgo, acusado de "disseminar teses reacionárias e atacar o Papa".


Ecumenismo Só Ad Extra; Vigário Geral De Luxemburgo Exclui Nosso Manifesto

Índice

  1. Uma tática de acusar sem mostrar os erros

O Ecumenismo progressista só tem mão para a agenda lgbt, sacerdócio feminino; nosso Manifesto Como perseverar na Fé Católica em meio às tempestades de 2023/2024 foi duramente criticado, recusado e as portas nos foram fechadas pelo Vigário Geral da Arquidiocese de Luxemburgo, Patrick Muller, informa kath.net

“Luxemburgo (kath.net) O vigário geral da Arquidiocese de Luxemburgo, Patrick Muller, proíbe a exibição de um folheto com “Como permanecer firme na fé católica” nas igrejas da arquidiocese. Isso pode ser visto em sua declaração assinada pelo nome no site da Arquidiocese. Ele escreve textualmente: “Ultimamente, temos sido sinalizados com mais frequência que um manifesto ‘Tenir bon dans la foi catholique’ de uma associação chamada ‘TFP Student Action Europe‘ foi distribuído em ou em frente a várias igrejas de nossa diocese. Neste manifesto, uma posição clara é tomada contra o sínodo, o papa é atacado e disseminam-se teses reacionárias.” A associação Fondation Civitas Christiana é responsável pela publicação.”

Uma tática de acusar sem mostrar os erros

Somos acusados de disseminar teses reacionárias. Consultemos o Manifesto: ali encontramos, graças a Deus, a mais límpida doutrina estabelecida pela Santa Igreja. Se isso é ser reacionário …

Ilustração do artigo https://www.kath.net/news/82097Ilustração do artigo https://www.kath.net/news/82097

Quanto à acusação de que “o papa é atacado” … tomei o trabalho de uma pesquisa exaustiva no Manifesto, ataque não existe. São citações de prelados que discordam de certas posições do papa Francisco. Agora, se é Caminho Sinodal e não aceita discordâncias ou ponderações justas baseadas em são doutrina estabelecida na Igreja … isso se chama Imposição Sinodal.

Sem dúvida, o Manifesto toma posição clara contra erros do Sínodo alemão. E vários bispos alemães também se pronunciaram contra os erros desse Sínodo:

Já estão registrados diante de Deus e dos homens o nome dos bispos que votaram contra as principais abominações do sínodo alemão: D. Rudolf Voderholzer (Regensburg), D. Gregor Maria Hanke (Eichstätt), D. Dominik Schwaderlapp (Auxiliar de Colônia), D. Stephan Oster, SDB (Passau), D. Mathias Heinrich (Auxiliar Berlim), D. Florian Wörner (Auxiliar de Augsburg).

Atravessando terríveis tormentas

Diz nosso Manifesto:

Estamos atravessando uma das tormentas mais terríveis que a Esposa Mística de Cristo já sofreu em sua história. A confusão doutrinária, cujos efeitos horríveis têm sido sentidos por meio século, afeta o dogma e a moral. Heresias morais estão sendo propagadas e impostas aos fiéis.

Conforme declarou D. Joseph Strickland, bispo de Tyler (EUA) 500 mil católicos alemães deixaram a Santa Igreja e em grande parte provocados pelo “herético Caminho Sinodal” alemão:

Conectando o êxodo (de meio milhão de católicos alemães) com o herético Caminho Sinodal impulsionado pela maior parte do episcopado alemão, Sua Excelência opinou que a maioria das perdas não foi por causa do rigor do catolicismo, mas por causa das mudanças presentes na Igreja, dizendo que “eles não querem parte disso.

* * *

Conclusão: permanecermos firmes na Fé

As declaraçoes do Vigário Geral da Arquidiocese de Luxemburgo, Patrick Muller só confirmam as nossas perplexidades com o rumo tomado pelo Sínodo alemão. Suas declarações em nada trazem a luz que os fieis desejam ouvir dos lábios dos prelados.

  • Terminamos, pois, estas linhas, fazendo um apelo à “Igreja do Silêncio”: falai!
  • Oh, senhores Cardeais, Bispos, sacerdotes e até mesmo fieis: falai!
  • O que significa aqui “falar”? É reafirmar os ensinamentos perenes de Nosso Senhor Jesus Cristo e Sua Igreja. Não calar diante da “abominação da desolação” que penetra no lugar santo. Deixar clara nossa posição e não compactuar.
  • Mas qual a utilidade prática de cada um, em seus ambientes, falar? Segundo Plinio Corrêa de Oliveira, “abrimos os olhos [dos fiéis] às urdiduras dos Pastores infiéis. O resultado é que estes vão levando cada vez menos ovelhas nos caminhos da perdição em que se embrenharam. Não é isto, só por si, uma vitória. Mas é uma preciosa e indispensável condição para ela”. [48]
  • Falai, portanto. Oh sim, vos suplicamos ajoelhados, falai!
  • De público, na imprensa, nos boletins católicos, falai!
A Igreja passou por incontáveis crises e eclipses nos quais parecia que a luz de Sua graça, beleza e verdade, coberta por sombras de heresias e confusão, não mais brilhava. Entretanto, Ela saiu incólume, brilhando novamente em todo o Seu esplendor. Como Maria Santíssima, Ela “surge como a aurora, bela como a lua, luminosa como o sol, terrível como um exército em ordem de batalha”. 

A notícia observa com muito acerto: “Atualmente, não se sabe se a Arquidiocese de Luxemburgo também impôs proibições semelhantes a folhetos e associações que, por exemplo, pedindo bênçãos litúrgicas e sacerdócio feminino, e para que a igreja se conforme com a ideologia de gênero e transgênero.” Aguardemos …

Confiemos na promessa de Nosso Senhor de que as portas do inferno não prevalecerão contra a Santa Igreja. Rezemos para venha o triunfo do Imaculado Coração de Maria, prometido em Fátima.

Fonte: https://www.kath.net/news/82097

Detalhes do artigo

Autor

Marcos Machado

Marcos Machado

483 artigos

Pesquisador e compilador de escritos do Prof. Plinio. Percorreu mais de mil cidades brasileiras tomando contato direto com a população, nas Caravanas da TFP. Participou da recuperação da obra intelectual do fundador da TFP. Ex aluno da Escola de Minas de Ouro Preto.

Categorias

Tags

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Tenha certeza de nunca perder um conteúdo importante!

Artigos relacionados