Portal do IPCO
Plinio Corrêa de Oliveira
IPCO em Ação

Universitários Católicos De Uganda Resistem E Dão Lição Moral A Biden

Estudantes ugandenses defendem seu país e valores tradicionais contra ameaças de cortes de ajuda internacional por causa de leis anti-homossexualidade. A resistência dos católicos de Uganda é uma lição para o Ocidente decadente. O artigo revela a importância dos conservadores na defesa da fé e dos princípios morais. Leia mais e seja parte dessa resistência.


Universitários Católicos De Uganda Resistem E Dão Lição Moral A Biden

Estudantes de Uganda de pelo menos 13 universidades responderam à ameaça do presidente Joe Biden de cortar a ajuda ao País por causa de sua lei anti-homossexualidade recém-aprovada. Estudantes saíram às ruas, cantando em frente ao Parlamento: “Não queremos seu dinheiro pró-lgbt. Queremos e amamos nosso país mais do que dinheiro.”
LifeSiteNews

Amamos nosso País mais que o dinheiro. Amamos a nossa Fé com a qual fomos catequizados. A África cristianizada lá lições morais ao Ocidente prevaricador.

E o Vaticano, vai apoiar os católicos de Uganda face aos “poderosos” prevaricadores?

Uganda dá lições ao Ocidente ex cristão

Nosso Site já comentou as palavras da parlamentar de Uganda (Lucy Akello) contra o financiamento ocidental de grupos pró-aborto na África. A parlamentar responsabilizou o governo canadense e outras nações ocidentais por “pressionar as nações africanas a legalizar o aborto,” com o falso discurso de violação dos direitos humanos e a punição de não receber financiamentos.

Canadá, governado por Justin Trudeau (esquerda), EUA governado por Biden (esquerda democrata), a União Europeia é outro tentáculo do mal a pressionar as Nações conservadoras a adotarem o aborto, a agenda lgbt. Uganda resiste.

O presidente de Uganda, Yoweri Museveni, afirmou que não seria coagido por dinheiro. Ele declarou: “Se eles cortarem a ajuda, devemos nos sentar e disciplinar nossos gastos, reorganizar nossos orçamentos; se eles interferirem em nosso comércio, negociaremos com outros.”

Testemunho dos primeiros mártires

Continua LifeSiteNews: “Os cidadãos e legisladores de Uganda parecem ainda estar profundamente cientes do testemunho dos primeiros mártires cristãos de seu país, que foram mortos de maneiras horríveis após torturas incríveis porque se recusaram a aceitar ou consentir com os atos homossexuais de seu rei. Eles escolheram sofrer a morte em vez de aceitar como algo normal um desvio sexual que as Escrituras chamam de pecado que clama ao céu por vingança.”

* * *

Em abril, o presidente de Uganda disse que “a África deve fornecer a liderança para salvar o mundo dessa degeneração e decadência que é realmente muito perigosa para a humanidade”.

O arcebispo de Uganda, Paul Ssemogerere, também disse ao LifeSiteNews em uma entrevista em fevereiro que os bispos de Uganda estão muito cientes da pressão externa para se conformar à ideologia LGBT e têm discutido maneiras de “resistir”, incluindo a conscientização entre os jovens em particular, uma vez que eles representam uma parte substancial da população de Uganda e sentem essa pressão para se conformar mais do que qualquer outra pessoa.

Onde está o apoio do Vaticano à Igreja de Uganda?

Uma pergunta se torna imperativa: onde está o Vaticano? A Igreja em Uganda está sob ameaça de “poderosos” pró agenda anti família; são, no bom sentido da palavra “oprimidos” porque amam a justiça. E a palavra de afeto do Papa Francisco que defende Lula, recebe Evo Morales?

* * *

A Resistência dos católicos de Uganda é lição para o Ocidente. Para eles nossas orações, nosso apoio, nosso conforto.

Rezemos para que Nossa Senhora aplique à eles as palavras do Magnificat: depôs os poderosos de seu trono e exaltou os humildes.

Vejamos o comentário do Prof. Plinio que tão bem se aplica à essa reação católica de Uganda contra os “poderosos” do Ocidente:

O que é o poderoso e o que é o humilde? O humilde é o que faz o que Nossa Senhora faz nessa canção [Magnificat], isto é, atribui tudo a Deus, reconhece que Deus é a origem de todo o bem, a fonte de todo o poder, sem seu concurso, nada podemos na ordem sobrenatural e também na ordem natural.

O poderoso, de que fala a Santíssima Virgem, é quem não reconhece que todo poder vem de Deus, pensa que tem poder independente do concurso divino.

Por exemplo, o rei Davi, que foi um poderoso e que morreu no seu poder, era humilde porque reconhecia tudo isso”, reconhecia que seu poder vem de Deus.

Devemos pedir que esses “poderosos” do mundo de hoje (aqueles que usam do poder para oprimir os fieis católicos a adotarem agendas anti família) sejam destituídos de seus tronos e que os humildes perseguidos sejam exaltados por causa de sua Fé, de sua fidelidade ao ensinamento perene de Nosso Senhor Jesus Cristo.

* * *

São José, Patrono da Santa Igreja, proteja os católicos fieis.

Fonte: Life site news

Detalhes do artigo

Autor

Marcos Machado

Marcos Machado

481 artigos

Pesquisador e compilador de escritos do Prof. Plinio. Percorreu mais de mil cidades brasileiras tomando contato direto com a população, nas Caravanas da TFP. Participou da recuperação da obra intelectual do fundador da TFP. Ex aluno da Escola de Minas de Ouro Preto.

Categorias

Tags

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Tenha certeza de nunca perder um conteúdo importante!

Artigos relacionados