Portal do IPCO
Plinio Corrêa de Oliveira
IPCO em Ação

A flecha de Notre Dame


Irreal como um sonho, mas o auge da realidade

A grande beleza do gótico não aparece nas fotografias, é algo que paira acima da arte gótica, à maneira do “cone” do Fujiyama: um “cone” que não se vê, pois não existe, mas que se imagina como seria.

Entrando-se na Catedral de Notre Dame, o que ela tem de mais belo não é a parte construída, mas algo etéreo que paira na catedral, e que intuímos.

Esse aspecto imponderável se nota ainda mais na genial flecha construída por Viollet-le-Duc sobre a cúpula de Notre Dame. Olhando-se para aquela agulha colossal, alta e esguia, vemos algo de irreal — como é irreal o “cone” do Fujiyama —, mas que é o auge da realidade. Num ponto indefinido, vê-se algo de muito gracioso e superior, firme como uma ponta de lança, mas delicada como um sonho. Nisso desponta o melhor da catedral.

Não sei se diante da catedral de Notre Dame a maioria das pessoas explicita para si essa ideia, que deve ficar meio confusa no espírito delas. Se prestassem mais atenção, poderia dissipar-se essa confusão, tornando nítida a ideia. Como de modo geral não prestam atenção, não elevam o espírito como deveriam.

____________________________________________________________

Excertos da conferência proferida pelo Prof. Plinio Corrêa de Oliveira em 1974. Esta transcrição não passou pela revisão do autor. Fonte: Revista Catolicismo, Nº 821, Maio/2019.

Detalhes do artigo

Autor

Plinio Corrêa de Oliveira

Plinio Corrêa de Oliveira

555 artigos

Homem de fé, de pensamento, de luta e de ação, Plinio Corrêa de Oliveira (1908-1995) foi o fundador da TFP brasileira. Nele se inspiraram diversas organizações em dezenas de países, nos cinco continentes, principalmente as Associações em Defesa da Tradição, Família e Propriedade (TFP), que formam hoje a mais vasta rede de associações de inspiração católica dedicadas a combater o processo revolucionário que investe contra a Civilização Cristã. Ao longo de quase todo o século XX, Plinio Corrêa de Oliveira defendeu o Papado, a Igreja e o Ocidente Cristão contra os totalitarismos nazista e comunista, contra a influência deletéria do "american way of life", contra o processo de "autodemolição" da Igreja e tantas outras tentativas de destruição da Civilização Cristã. Considerado um dos maiores pensadores católicos da atualidade, foi descrito pelo renomado professor italiano Roberto de Mattei como o "Cruzado do Século XX".

Categorias

Tags

Esse artigo não tem tag

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Tenha certeza de nunca perder um conteúdo importante!

Artigos relacionados