Portal do IPCO
Plinio Corrêa de Oliveira
IPCO em Ação

A caravana do IPCO começou

Breves: esquerda unida na defesa de médicos cubanos


As esquerdas latino-americanas vivem de se auto elogiarem. PT se solidariza com Nicarágua, Cuba e Venezuela. Agora chegou a vez da vice presidente da Colômbia que retorna de uma viagem à Cuba, elogiando o sistema de saúde da Ilha-prisão e os chamados “médicos cubanos” com os quais o Brasil teve amarga experiência.

Médicos ou escravos da ditadura cubana?

Médicos em estado análogo ao trabalho escravo

Com base em depoimentos diretos de 46 médicos cubanos o relatório da Defensoria dos Prisioneiros Cubanos analisando missões no exterior, além de informações públicas extraídas de declarações de outros 64 profissionais de saúde, afirma:

— 89% disseram não ter conhecimento prévio de seu destino dentro de um país,

— 57% reconheceram que se sentiram obrigados a participar de uma missão no exterior,

— 39% disseram que se sentiram fortemente pressionados a aceitar,

— 91% confessaram ter sido vigiados por agentes de segurança do regime cubano durante sua missão e a mesma porcentagem denunciou que haviam foram chamados a transmitir informações ao regime sobre os seus colegas.

Silêncio da Comissão de Direitos Humanos

Que fazem as Comissões de Direitos Humanos da OEA ou ONU em favor desses explorados?

Continua Panampost: Embora os médicos concordem “voluntariamente” em participar de missões no exterior, as chances que eles têm de rejeitar a “proposta” são mínimas. Em primeiro lugar, a transferência para o exterior é oferecida como o serviço social obrigatório de três anos que todos os graduados devem cumprir para acessar cargos no sistema de saúde de Cuba.

Bolsistas ou escravos de Cuba?

“Os médicos cubanos recebem apenas cerca de US$ 350 porque 95% do que é pago por eles vai para o regime”, disse a deputada federal mexicana Mariana Gómez del Campo em entrevista recente ao PanAm Post.

No México já estão presentes cerca de 500 médicos cubanos. A missão anterior (2020) composta por 585 enviados, as autoridades mexicanas pagaram US$ 10.750 por três meses de trabalho de cada médico. No entanto, apenas $ 724 chegaram ao profissional, ou seja, 241 dólares por mês.

Seguem outras razões elencadas no artigo. Fiquemos por aqui.

E rumores indicam que Lula quer retomar a importação de “médicos cubanos”.

Nossa Senhora Aparecida salve o Brasil das garras dessa esquerda que tudo faz para nos alinhar à internacional socialista.

Fonte: https://panampost.com/jose-gregorio-martinez/2023/03/16/esclavitud-de-los-medicos-cubanos-y-francia-marquez/

Detalhes do artigo

Autor

Correa de Sá

Correa de Sá

252 artigos

Categorias

Tags

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Tenha certeza de nunca perder um conteúdo importante!

Artigos relacionados