Portal do IPCO
Plinio Corrêa de Oliveira
IPCO em Ação

Leve Esperança ao Sul: Ajude a Distribuir 50.000 Medalhas Milagrosas

“Eu elevei-te em grandeza e poder, e tu suspendeste-Me no patíbulo da Cruz!”


Para esta Semana Santa, com as cerimônias proibidas e com as igrejas fechadas tiranicamente (com a vergonhosa submissão da maior parte do clero), não deixemos de meditar em todos os passos da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo e nas dores de nossa Santíssima corredentora. Nesse sentido, seguem alguns pensamentos.

“Quer saber o seu valor? Olhe para a cruz, você vale um Deus crucificado”.

(Santo Agostinho)

“Toma consciência, ó cristão, da tua dignidade […]. O preço da tua salvação é o sangue de Cristo”.

(São Leão Magno)

“Para a obra de salvação de todos nós, Cristo uniu-se de tal forma à sua Mãe, que Ela nos merece por conformidade o que Ele nos merece por justiça”.

(São Pio X)

“A tristeza de Maria era tão grande que, se fosse dividida por todos os homens, seria suficiente para lhes causar morte imediata”.

(São Bernardino de Siena)

“Aquele que não procura a cruz de Cristo, não procura a glória de Cristo”.

(São João da Cruz)

“Todos os sentimentos de piedade se despertam ao ver a cruz. Ela é um memorial, posto que é o glorioso troféu da mais insigne vitória que jamais se ganhou”.

(Bossuet)

“Nosso Senhor e Nossa Senhora, quando querem nos condecorar, põem-nos uma cruz nas costas”.

(Plinio Corrêa de Oliveira)

Detalhes do artigo

Autor

Agência Boa Imprensa

Agência Boa Imprensa

96 artigos

A Agência Boa Imprensa — orientada pelo ideal evocado pela cruz de seu logotipo — envia seus boletins noticiosos a jornais de norte a sul do Brasil e do exterior desde 1953. Com um jornalismo diferente, a ABIM procura apontar aquilo que muitas vezes é ocultado ou interpretado tendenciosamente.Além de análises e apreciações, nosso noticiário pretende despertar apetências do Brasil profundo, ou seja, daquele setor de nosso público que pauta sua vida nas expressões culturais da tradição cristã e procura repouso em meio às agitações modernas.

Categorias

Tags

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Tenha certeza de nunca perder um conteúdo importante!

Artigos relacionados