Portal do IPCO
Plinio Corrêa de Oliveira
IPCO em Ação

Leve Esperança ao Sul: Ajude a Distribuir 50.000 Medalhas Milagrosas

Êxito da China ou cumplicidade (Wall Street) e Ocidente? “A burguesia deve ser adormecida”


Sobem de ponto as denúncias internacionais contra o PCC, o verdadeiro ditador que governa a China. As denúncias e rejeição de material médico fornecido pela China ao Ocidente, por ocasião da pandemia originária de Wuhan, vão se multiplicando na Europa e nos EUA. Até o Brasil foi afetado. https://ipco.org.br/alemanha-belgica-e-holanda-rejeitam-suprimentos-medicos-chineses-acorda-brasil/

10 de maio: China é fruto do capitalismo suicida de Wall Street

Publica TheEpochTimes, 10 de maio: “Nas últimas décadas, a força econômica do PCCh (Partido Comunista da China) continuou a se expandir com a ajuda de financiamento dos Estados Unidos, liderada por Wall Street.”

“O modelo dominante do PCC, baseado na manipulação de informações e na opressão violenta, (nos princípios maoístas, acrescentamos) nunca mudou. Hoje, o poder do PCC representa uma grande ameaça à vida, segurança financeira e segurança nacional dos EUA.”

“O surto de vírus do PCC infectou mais de 1,2 milhão de pessoas nos Estados Unidos (…) O número de mortes na epidemia nos Estados Unidos excedeu em várias vezes as mortes no ataque terrorista de 11 de setembro e o ataque a Pearl Harbor combinado.” (1)

“Os países capitalistas, estúpidos e decadentes, cooperarão” … para nos enriquecer

“Tática algumas vezes violenta e outras vezes pacífica, mas sempre revolucionária. A guerra de morte entre o comunismo e o capitalismo é inevitável. Hoje (1931!), evidentemente, não somos bastante fortes para atacar. Nossa hora chegará dentro de 20 ou 30 anos.

“A burguesia deverá ser adormecida. Começaremos lançando o mais espetacular movimento de paz que jamais tenha existido. Haverá proposições eletrizantes e concessões extraordinárias. (A URSS sentou-se, em Yalta, 1945, ao lado de Churchill e Roosevelt)

“Os países capitalistas, estúpidos e decadentes, cooperarão com alegria para a sua própria destruição. Precipitar-se-ão sobre a nova oportunidade de amizade. No mesmo instante em que baixem sua guarda, os achataremos com nosso punho cerrado”. (2)

O Ocidente e o Japão, enriquecendo a China, a partir de 1972, realizou a profecia negra de Dimitri Z. Manuilsky, 1931).

Não é teoria da conspiração! Tudo começou com as viagens suicidas de Nixon à China, em 1972

           Vamos aos fatos: Em 1972 Nixon – que se reelegera em nome do anticomunismo yankee – empreendeu a chamada “detente” que numa abordagem rápida poderia se traduzir por abertura aos países comunistas: sobretudo Rússia e China. Assim, Nixon empreendeu “sensacionais” viagens — trombeteadas e aplaudidas pela mídia — à Rússia e à China.

       O acerto de uma análise, uma previsão e a confirmação pelos fatos

Em outubro de 72, assim se exprimia, através da Folha de São Paulo, o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira:
“Não poderia a China aspirar ao controle da Ásia? Extensão territorial, população superabundante, apetite de conquista não lhe faltam. Mas, ser-lhe-á necessário ainda, para tão grande cometimento, um potencial industrial e bélico considerável. E o regime comunista não lhe deu nem uma nem outra coisa.

A China comunista só poderá desenvolver-se e alçar-se à condição de superpotência imperialista, com o concurso de uma nação capitalista de grande importância.(…)”

Na foto, Nixon cumprimenta Mao Tsé Tung em 1972

Os fatos, comentamos nós, superaram as previsões do Prof. Plinio: além dos EUA, Japão, outras nações montaram fábricas na China. Inclusive o Brasil.

Continua o Prof. Plinio: “Ora, a única possibilidade de a China receber tal apoio de uma nação capitalista consistiria numa completa reformulação de suas relações com o Japão. (lembramos, o comentário é de 1972 quando o Japão tinha um gabinete conservador e anticomunista)”. https://ipco.org.br/nixon-na-china-1972-uma-analise-uma-previsao-uma-confirmacao-i/

Acrescentamos, foi exatamente o que fez o Japão naquela época. Hoje, o Japão acorda, e participa da retração mundial com relação ao PCCh.

Reação e denúncia do PCC sobem de ponto: meia volta volver

Austrália, Japão, Estados Unidos lideram a reação contra o PCCh no mundo. Embaixadores chineses reagem agressivamente — como aconteceu no Brasil — ante qualquer denúncia sobre a origem, manipulação de dados e sonegação de informações sobre o início e propagação do vírus. https://ipco.org.br/alemanha-belgica-e-holanda-rejeitam-suprimentos-medicos-chineses-acorda-brasil/

Ainda é tempo do Mundo Livre dar meia volta volver: repatriar os setores vitais, estratégicos e farmaceuticos para o Ocidente. A China é tigre de papel.

***

Um clamor popular (anti PCCh) vai tomando conta do Ocidente: meia volta volver!

Os capitalistas de esquerda — os “sapos” — como Bill Gates continuarão enriquecendo a China? Os governadores Doria e do falso Centro continuarão a elogiar o algoz do Ocidente? A BAND e outras tantas midias continuarão em sua política pró Pequim?

De nada vale essa máquina publicitária contra um clamor popular que vai percorrendo o Mundo Livre: a China (PCC) é a grande criminosa nessa pandemia, e o regime comunista também.

Que a Divina Providência guie o Ocidente, e sobretudo o Brasil, contra a ingerência do PCC, da espiã Huawei 5G e de nossos governadores e midia aliados de Xi Jinping.

“Por fim meu Imaculado Coração Triunfará!”, Fátima 1917.

 

(1) https://www.theepochtimes.com/programming-alert-new-documentary-exploring-the-pandemics-wall-street-connection-to-premiere_3344702.html?__sta=vhg.uosvpxUIsmqhgvv%7CYHV&__stm_medium=email&__stm_source=smartech

(2) (Dimitri Z. Manuilsky, conferencia feita em 1931 na Escola Lenine de Guerra Política, apud Jean Ousset. “El marxismo leninismo”. Editorial Iction, Buenos Aires, 2a. ed., 1963 p. 113 – Manuilsky foi eleito presidente do Conselho de Segurança da ONU em 1949).

Detalhes do artigo

Autor

Marcos Machado

Marcos Machado

477 artigos

Pesquisador e compilador de escritos do Prof. Plinio. Percorreu mais de mil cidades brasileiras tomando contato direto com a população, nas Caravanas da TFP. Participou da recuperação da obra intelectual do fundador da TFP. Ex aluno da Escola de Minas de Ouro Preto.

Categorias

Tags

Esse artigo não tem tag

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Tenha certeza de nunca perder um conteúdo importante!

Artigos relacionados