Portal do IPCO
Plinio Corrêa de Oliveira
IPCO em Ação

Leve Esperança ao Sul: Ajude a Distribuir 50.000 Medalhas Milagrosas

Meditação Anticomunista: 1o. Dia da Novena


Em apoio à Novena contra o Comunismo estamos publicando trechos escolhidos de autores anticomunistas que possam ajudar nossos leitores no repúdio à seita vermelha condenada pelos Romanos Pontífices.

Assine e Reze contra o Comunismo pelo Brasil
5 milhões de Ave-Marias contra o Comunismo e pelo nosso país.
Já cadastrou a sua? Entre neste link e compartilhe:
https://rezecontraocomunismo.org.br/

As teorias fundamentais do marxismo

A doutrina comunista denomina-se marxismo. Seu autor foi o judeu alemão Carlos Marx, nascido em Treveres em 1818 e falecido em Londres em 1883. Sua doutrina foi continuada por Frederico Engels e por Lenine e forma o sistema que hoje se denomina «marxismo-leninismo», e é como que a filosofia do comunismo.

Desta seita dizia Leão XIII na Encíclica «Quod Apostolici Muneris»: «Vós compreendereis facilmente que Nos referimos a essa seita de homens que, debaixo de nomes diversos e quase bárbaros, se chamam socialistas, comunistas… e que, espalhados sobre toda a superfície da terra, e estreitamente ligados entre si por um pacto de iniquidade, já não procuram um abrigo nas trevas dos conciliábulos secretos, mas caminham ousadamente à luz do dia, e se esforçam por levar a cabo o desígnio, que têm formado de há muito. É a eles certamente que se referem as Sagradas Letras quando dizem: «Eles mancham a carne, desprezam o poder blasfemam a majestade» (Jud. 8)» (Edit. Vozes, pp. 3-4).

1. O evolucionismo materialista — teoria marxista

A base de toda a concepção marxista é o evolucionismo materialista. Ensina o evolucionismo materialista: no universo só existe a matéria. Ela é eterna, necessária. Esta matéria se encontra em um processo de desenvolvimento, partindo da forma mineral e anorgânica em direção de formas mais perfeitas. Uma força cega e irresistível impele a matéria no sentido de aperfeiçoar-se. Cada dia que passa, este processo dá um imperceptível passo à frente. Deus não existe, não existe espírito nem alma. Portanto, não foi Deus que criou a matéria, não foi Ele que estabeleceu um plano de desenvolvimento da matéria imperfeita à procura da maior perfeição. Não há uma inteligência infinita que concebeu um grande plano, nem uma Providência sabia e onipotente, que dirige o desenrolar das várias fases da história do universo. O universo evolui para sua perfeição levado por dinamismo interno, do qual Deus está ausente.

Há muitos bilhões de anos o processo começou. Lentamente a matéria foi se organizando e se aperfeiçoando, por uma lei interna. Um dia ela chegou a um estado tão perfeito, que algumas partículas se uniram e deram origem ao primeiro ser vivo, a uma célula, ainda muito imperfeita, mas já viva. Foi o aparecimento da vida. Não foi Deus quem a criou. Ela foi produzida pela matéria cega. Esta vida, porém, não ficou neste estado imperfeito. Algumas células, devido a condições especiais, se foram aperfeiçoando, e assim se originaram seres mais perfeitos, os vegetais. A mesma força cega foi aperfeiçoando os vegetais, e um dia surgiu um vegetal que sentia: era o primeiro animal. Os animais foram se aperfeiçoando até chegarem a formas muito perfeitas. O animal chegou à forma de macaco, que é o ser mais perfeito entre os antepassados do homem. Um dia uma serie de macacos chegou a uma perfeição extraordinária — chegou a ser homem. Ergueu-se sobre as mãos posteriores, os braços correspondentes se transformaram em pernas, seu tronco modificou-se para que pudesse erguer a cabeça e o busto, seu cérebro aperfeiçoou-se, e o macaco começou a pensar e a falar. Eis os primeiros homens, ainda imperfeitos, e primitivos. Estes homens-macacos foram se aperfeiçoando, e hoje se contam quase três bilhões de homens sobre o mundo.

Ao passar de macaco a homem, não foi preciso receber uma alma espiritual e imortal. O marxismo exclui a intervenção de Deus na origem do homem. Nem Deus dirigiu a evolução do corpo, nem criou e infundiu uma alma espiritual no corpo. A razão é simples: não existe Deus, nem existe alma.

Se compararmos os vários estados da matéria, veremos que a partir da forma anorgânica, mineral, ela subiu à forma de vida vegetal, dai passou à vida animal, e por fim chegou à vida intelectual. O cérebro humano é o estado mais perfeito da matéria, que se conhece. Toda a vida que os católicos chamam de espiritual, os marxistas consideram simples secreções do cérebro: a vida intelectual, afetiva, volitiva, religiosa, artística. São variações de uma única coisa: a matéria. São secreções e reações da massa encefálica, e das glândulas do nosso organismo.

O homem é um simples animal bem equipado, diferente dos outros, complicado, porém nada mais que um animal.

* Doutrina católica

Em oposição a tais erros, a Igreja ensina que Deus criou a matéria do nada. Em seguida a Providência Divina, dispondo as forças da natureza de acordo com um plano infinitamente sábio, promoveu a formação do mundo com ordem, medida e beleza. Chegada a matéria anorgânica a certo ponto de resfriamento, Deus criou os primeiros seres vivos, as plantas. Mais tarde Deus criou os animais, de uma maneira cujos pormenores nós não conhecemos. Se os corpos dos animais superiores provêm do desenvolvimento de espécies inferiores, nós não sabemos. A alma sensitiva é criada por Deus no corpo animal; ela é imaterial, mas não é espiritual. Um dia Deus criou o homem. Quanto à maneira exata como Ele formou o corpo do primeiro homem, nós pouco sabemos. Sabemos que Deus aproveitou da matéria já existente. Ignoramos se formou o corpo humano diretamente da matéria anorgânica ou Se serviu do corpo de um animal já existente, o qual a onipotência divina modificou o necessário para poder receber uma alma imortal. Em ambos os casos a alma do primeiro homem foi criada por Deus do nada, como substância espiritual, e unida substancialmente ao corpo.

Sendo dotado de uma alma espiritual, o homem é um animal racional. Sua alma informa o corpo, dando-lhe vida vegetativa e sensitiva, pela qual o homem pertence ao reino animal. Mas, por ser um espírito, a alma dota o homem de vida intelectual, com todas as suas modalidades. O homem é pois essencialmente superior aos animais, é um ser racional, exerce atividades que são essencialmente superiores à matéria.”

Continua no próximo Post

Assine e Reze contra o Comunismo pelo Brasil
5 milhões de Ave-Marias contra o Comunismo e pelo nosso país.
Já cadastrou a sua? Entre neste link e compartilhe:
https://rezecontraocomunismo.org.br/

https://www.pliniocorreadeoliveira.info/LIV_1963_Pastoral_seita_comunista_01Parte.htm#.Y1IbW3bMJjE

Detalhes do artigo

Autor

Outros autores

Outros autores

427 artigos

Categorias

Tags

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Tenha certeza de nunca perder um conteúdo importante!

Artigos relacionados