Portal do IPCO
Plinio Corrêa de Oliveira
IPCO em Ação

Livro: Uma brecha na barragem - A infiltração do lobby LGBT na Igreja

Um livro atual: O Islã e o Suicídio do Ocidente

Luiz Solimeo destaca a falta de assimilação dos muçulmanos no Ocidente devido, entre outras coisas, à natureza totalitária do Islã. Muitos bispos católicos ignoram o perigo em nome do diálogo inter-religioso.


Um livro atual: O Islã e o Suicídio do Ocidente

Download gratuito https://store.tfp.org/islam-and-the-suicide-of-the-west-ebook/

Índice

  1. Diálogo inter-religioso

O Islã e o Suicídio do Ocidente: A Origem, a Doutrina e os Objetivos do Islã, de Luiz Sérgio Solimeo, deve ser lido por qualquer cristão que queira saber sobre o Islã, o que o Islã ensina sobre os cristãos e as razões pelas quais o “diálogo” não é apenas fútil, mas perigoso.

Publicado nos EUA, pela TFP americana, o livro encontra-se disponível para compra e também para download gratuito. Como observa o autor, — citando o Alcorão e autores islâmicos — “muitos dos mitos sobre o Islã baseiam-se num conhecimento impróprio das suas doutrinas e de suas crenças.” Nesse estudo você conhecerá a história do Islã e suas contradições internas.

Siga o passo-a-passo, entre no Site da TFP americana, inclua o livro no carrinho e faça o download gratuito. Enriqueça a sua cultura com um trabalho intelectual documentado, lógico, coerente com a Fé católica.

Diálogo inter-religioso

Questão por demais importante nesses tempos de ecumenismo super-ecumênico. Historicamente, os muçulmanos têm se mostrado assimiáveis pelas nações do Ocidente? Mostra o autor que “a natureza da lei Sharia e a natureza totalitária do ensinamento islâmico” impedem essa assimilação.

Observa ainda que “infelizmente, muito poucos bispos católicos dão o alarme, exortando os fiéis a defenderem a fé e os restos da civilização cristã.” Pelo contrário, em nome do diálogo inter-religioso, “os líderes católicos costumam apoiar a imigração em massa, a construção de mesquitas e centros culturais islâmicos, o uso do hijab, sendo que alguns até o permitem nas escolas católicas, juntamente com salas reservadas para a oração muçulmana.”

Uma previsão que se confirmou

<a href="https://www.pliniocorreadeoliveira.info/1982_CEBs_o_que_sao_LIVRO.htm">Livro CEB's</a>Livro CEB's

Luiz Solimeo conviveu por décadas com o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira, fundador da TFP brasileira. Ele, e seu irmão Gustavo Solimeo, são co-autores — com o Dr Plinio — do livro AS CEBs … DAS QUAIS MUITO SE FALA, POUCO SE CONHECE…, uma documentada denúncia contra o esquerdismo católico no Brasil da década de 1980.

É natural que o autor se reporte às previsões feitas pelo Dr Plinio, sobre o “renascimento do Islã como um perigo para o Ocidente”, quando quase ninguém estava a par do assunto”. Estávamos na década de 1940.

Pouco depois da Segunda Guerra Mundial, escreveu vários artigos no semanário católico Legionário apontando como as forças islâmicas começavam a despertar e o perigo que isso representaria dentro de algumas décadas. Por exemplo, um artigo de 1947, “Maomé renasce”, descreveu o impacto que a Primeira e a Segunda Guerras Mundiais tiveram no mundo islâmico, na formação de novos países islâmicos e no início da descolonização europeia.

Transcrevemos do Legionário: “Tudo isto transformou o mundo islâmico e determinou em todos os povos maometanos, da Índia ao Marrocos, um estremecimento que significa que o sono milenar acabou.…. O nervo vital do islamismo revive em todos estes povos, fazendo renascer neles o senso da unidade, a noção dos interesses comuns, a preocupação da solidariedade, e o gosto pela vitória.….Será preciso ter muito talento, muita perspicácia, informações excepcionalmente boas, para perceber o que significa este perigo?

Ilusões do ecumenismo

Continua Luiz Solimeo:.Especialistas em terrorismo islâmico notaram que os principais locais de recrutamento, seja no Oriente ou no Ocidente, são as madrassas (escolas corânicas) e mesquitas, a maioria delas financiadas pela Arábia Saudita.Aí são doutrinados os jovens muçulmanos que nasceram no Ocidente e desfrutam de sua opulência a fim de se tornarem seus ferozes inimigos. Eles os enchem de ódio contra o mesmo Ocidente que lhes dá abrigo e recursos, afirma o livro.

Mostra o autor que embora “seja verdade que nem todos os muçulmanos, mesmo os devotos, são terroristas”, não se pode negar que “a religião islâmica tem sido a principal fonte do novo terrorismo que assola o mundo”, exatamente porque fornece “justificativa religiosa e moral para o uso de violência e assassinatos brutais, incluindo o massacre de pessoas muçulmanas moderadas.”

Como fazer uma resistência séria à expansão islâmica?

O livro O Islã e o Suicídio do Ocidente dá conselhos práticos, também. Ele recomenda — “dado que o factor fundamental do expansionismo islâmico é religioso” — o estudo: “ter uma ideia geral das crenças, origens e doutrinas, moral e relação com o terrorismo de hoje.” Tudo isso é tratado na primeira parte do livro.

Advertência do autor

Ao escrever este trabalho, não somos movidos por qualquer animosidade pessoal em relação a Muçulmanos, nem mesmo terroristas. Nosso objetivo é apenas apresentar a verdade e fornecer fatos e argumentos para uma resistência bem sucedida ao expansionismo islâmico.

Uma profissão de Fé

Na DEDICAÇÃO vemos afirmado:

Este livro é dedicado a Ásia Bibi, e aos inúmeros cristãos que suportaram dificuldades, perseguição, prisão, e exílio nas mãos do Islã desde o Hijra (622 DC), mas especialmente aos amados mártires que foram mortos “por causa do testemunho que deram à palavra de Deus” (Ap 6:9), tendo recusado renegarem seus votos batismais e negarem Nosso Senhor Jesus Cristo, o Verbo Encarnado e nosso Divino Redentor; a Santíssima Trindade, —o Pai, o Filho e o Espírito Santo— Um Deus, em Três Pessoas; e Maria, a Imaculada Conceição e Santíssima Mãe de Deus.

Que Nossa Senhora se digne a proteger, sobretudo o Ocidente cristão, dessa penetração e ameça muçulmana tão bem descrita pelo Sr Luiz Solimeo.

Baixe o PDF gratuitamente no site da TFP americana.

Detalhes do artigo

Autor

Marcos Machado

Marcos Machado

482 artigos

Pesquisador e compilador de escritos do Prof. Plinio. Percorreu mais de mil cidades brasileiras tomando contato direto com a população, nas Caravanas da TFP. Participou da recuperação da obra intelectual do fundador da TFP. Ex aluno da Escola de Minas de Ouro Preto.

Categorias

Tags

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Tenha certeza de nunca perder um conteúdo importante!

Artigos relacionados