Portal do IPCO
Plinio Corrêa de Oliveira
IPCO em Ação

Livro: Uma brecha na barragem - A infiltração do lobby LGBT na Igreja

Nossa Senhora Do Portão


07 de Fevereiro é festa de Nossa Senhora do Portão (ou ‘da Porta’) em Guastalla, na Itália. Protetora dos que protegem, Nossa Senhora curou a cegueira de um soldado, seu antigo devoto!

Igreja ‘Beata Vergine della Porta Atribuição: Bucaramango, CC BY-SA 4.0 https://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0, attraverso Wikimedia Commons

⚜️ 💠 ⚜️ 💠 ⚜️

Em 1646, a pedido dos soldados da guarnição, um afresco da Santíssima Virgem foi pintado na parede interna de um dos acessos a Guastalla, o Portão de São Francisco. O pintor Damiano Padovani, responsável pela obra, produziu uma ‘Madonna’ segurando o Menino Jesus, com São Francisco e São Carlos Borromeu em sua volta.

Conforme os anos se passaram, a imagem acabou quase ofuscada pela fumaça das fogueiras que aqueciam os guardas durante a noite e no inverno. E, por volta de 1690, tendo mudado a geografia da cidade, a guarnição foi desfeita e o muro foi quase todo derrubado, restando apenas o ponto onde estava a enegrecida imagem.

Com o abandono do local e a deterioração sofrida, a imagem vai caindo no esquecimento. No entanto, Giovanni Battista Zagni, um ex-soldado que ali havia servido muitos anos antes, já cego e em torno de seus 60 anos, é um dos poucos que ainda tem alguma veneração por sua antiga protetora.

Pouco depois do Natal de 1692, Zagni, devido à sua cegueira, cai em um fosso perto das ruínas. Após rezar a sua ‘Madonna’, ele comsegue sair sem nenhum ferimento e até completamente seco. No 28 de janeiro seguinte, o velho soldado vai à cidade para acender uma vela à imagem como agradecimento, e sente, nessa hora, que algo de sua visão parece ter se recuperado. No sábado seguinte, 31 de janeiro, Zagni volta para acender outra vela; e, no momento em que esta é acesa, ele recupera completamente a visão.

Depois de a notícia atrair a atenção de algumas pessoas, em 6 de fevereiro, um homem percebeu um fenômeno estranho. Ele notou que a lamparina que ele havia acendido no dia anterior, continuava acesa apesar de ter deixado com uma quantidade muito pequena de óleo. No dia seguinte, 7 de fevereiro, um homem chamado Fabio Ruina, amigo de Zagni, cujos dois filhos se encontravam gravemente doentes, também veio até a imagem para lhe acender uma lamparina. No momento em que esta é acesa, eis que a imagem da Virgem, quase apagada pela fumaça, começa a clarear espontanemante, destacando-se de todo o resto da pintura. Também neste momento, os meninos são curados milagrosamente.

Depois desses e muitos outros prodígios, em pouco tempo as ruínas do ‘Portão de São Francisco’ são substituídas por uma imponente igreja para abrigar a imagem milagrosa. Aliás, em 1702, quando a igreja ainda estava em término de construção, Guastalla ficou sob o cerco dos exércitos franceses e espanhóis. A cidade prometeu a abençoada Virgem Maria a construção de mais dois altares: um para o crucifixo e outro para o santo recorrente no dia da libertação. Em julho de 1703, terminado o cerco, uma grande cerimônia foi organizada para a inauguração da igreja, com muitos fogos de artifício, tochas noturnas e banquetes suntuosos oferecidos aos pobres.

Nossa Senhora do Portão – Atribuição: https://immaculate.one/la-madonna-del-giorno-7-febbraio-madonna-della-porta-guastalla-reggio-emilia-italia

Nossa Senhora do Portão, rogai por nós!

Ivan Rafael de Oliveira

Fontes de Pesquisa: https://en.m.wikipedia.org/wiki/Sanctuary_of_the_Blessed_Virgin_of_the_Gate,_Guastalla

https://immaculate.one/la-madonna-del-giorno-7-febbraio-madonna-della-porta-guastalla-reggio-emilia-italia

Detalhes do artigo

Autor

Ivan Rafael de Oliveira

Ivan Rafael de Oliveira

65 artigos

Categorias

Esse artigo não tem categoria

Tags

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Tenha certeza de nunca perder um conteúdo importante!

Artigos relacionados