Portal do IPCO
Plinio Corrêa de Oliveira
IPCO em Ação

Livro: Uma brecha na barragem - A infiltração do lobby LGBT na Igreja

Quintessência da virtude da pureza

São Luís de Gonzaga — símbolo de pureza, grandeza de alma e intensíssimo amor a Deus


Quintessência da virtude da pureza

São Luís Gonzaga

Fonte: Revista Catolicismo, Junho/2024.

São Luís de Gonzaga (1568-1591) é símbolo da pureza, um mártir do amor de Deus, cultivado no segredo de seu coração, pois poucas pessoas percebiam o que nele havia de extraordinário.

Ele teve como diretor espiritual o grande São Roberto Belarmino, um santo, Doutor da Igreja, diretor de outro santo. Ambos brilham no Céu.

A santa carmelita Maria Madalena de Pazzi (1566-1607) disse que a super-glória de São Luís de Gonzaga consistia em continuamente praticar atos de amor a Deus, que eram como setas que atingiam o Divino Coração.

Ele sofreu um verdadeiro martírio de amor, porque sofria o tormento por não amar a Deus tanto como Deus merece ser amado, bem como por ver que os homens não amam a Deus como merece ser amado.

Santa Maria Madalena de Pazzi Santa Maria Madalena de Pazzi 

Em São Luís vemos uma alma cheia de sabedoria, como que vista por dentro. É o que há no interior de uma alma cheia de sabedoria. Afastou de si todas as impressões intemperantes e impuras que poderiam apartá-lo de sua elevação. A sua alma voou muito além dos horizontes da mera pureza.

Está na Sagrada Escritura: “Bem-aventurados os puros de coração, porque verão Deus!” (Mt 5,8). Ver a Deus, já nessa Terra, é ser como São Luís. E isso é próprio dos puros que tomam a sério a pureza, que lutam para mantê-la e limpam os seus pecados. Assim, ficam sem mácula, se alguma vez tiveram mácula em suas vidas, e têm a alma com a elevação necessária para ver a Deus.

Compreende-se a grandeza de São Luís, no Céu. Grandeza que adquiriu por ter uma alma como um sacrário, como uma catedral gótica, como um castelo. Temos o grande santo, a quintessência da virtude da pureza.

* * *

Excertos da conferência proferida pelo Prof. Plinio Corrêa de Oliveira em 20 de junho de 1967. Esta transcrição não passou pela revisão do autor.

Detalhes do artigo

Autor

Plinio Corrêa de Oliveira

Plinio Corrêa de Oliveira

556 artigos

Homem de fé, de pensamento, de luta e de ação, Plinio Corrêa de Oliveira (1908-1995) foi o fundador da TFP brasileira. Nele se inspiraram diversas organizações em dezenas de países, nos cinco continentes, principalmente as Associações em Defesa da Tradição, Família e Propriedade (TFP), que formam hoje a mais vasta rede de associações de inspiração católica dedicadas a combater o processo revolucionário que investe contra a Civilização Cristã. Ao longo de quase todo o século XX, Plinio Corrêa de Oliveira defendeu o Papado, a Igreja e o Ocidente Cristão contra os totalitarismos nazista e comunista, contra a influência deletéria do "american way of life", contra o processo de "autodemolição" da Igreja e tantas outras tentativas de destruição da Civilização Cristã. Considerado um dos maiores pensadores católicos da atualidade, foi descrito pelo renomado professor italiano Roberto de Mattei como o "Cruzado do Século XX".

Categorias

Tags

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Tenha certeza de nunca perder um conteúdo importante!

Artigos relacionados