Portal do IPCO
Plinio Corrêa de Oliveira
IPCO em Ação

Livro: Uma brecha na barragem - A infiltração do lobby LGBT na Igreja

LOURDES — Milagre físico para fazer bem espiritual à alma


Nesse dia 11 de fevereiro celebramos as aparições da Imaculada Conceição a Santa Bernadete Soubirous em 1858, em Lourdes (França), onde os comprovadíssimos milagres não cessam, apesar da descrença dos homens em nossos dias. 

Entre muitos comentários de Plinio Corrêa de Oliveira sobre Lourdes*, destacamos um no qual ele chama a atenção para um aspecto fundamental: que os milagres físicos são operados por Nossa Senhora visando fazer um bem ainda maior, que é o espiritual, o bem às almas. 

Foto: Michael Gorre

“As piores doenças, os maiores males, os sofrimentos mais horrorosos, Nossa Senhora pode curar. Em Lourdes Ela tem eliminado as leis mais inflexíveis da natureza e vence tudo. Opera milagres, por exemplo, de fazer uma pessoa enxergar sem ter o nervo ótico, tal é seu domínio sobre a natureza.

Tudo isso mostra que todas as graças vêm por meio d’Ela, que é a Rainha do Céu e da Terra. Certas pessoas, sobretudo de outras religiões, dadas a pedir favores materiais, desdenham as graças e os favores espirituais, e se impressionam muito com as graças de Lourdes.

Elas não compreendem que os favores materiais que Deus dá são para salvar as almas, a fim de que elas desejem os favores espirituais, as graças para a alma. É por aí que verdadeiramente Deus atrai as almas para Ele.

Não se pense que a cura de Lourdes é só porque Nossa Senhora tem pena do homem que é capenga, que é coxo. Ela tem pena dos aleijados, é claro, e quer curá-los. Entretanto, muito mais do que isto, Ela quer fazer bem às suas almas.

Serve-se de um milagre físico para fazer bem espiritual à alma, não apenas deles, mas também de outros que tomem conhecimento do prodígio. Um desses bens é uma grande fé na verdade de que Ela é medianeira de todas as graças.

Por exemplo, uma pessoa reza, pedindo proteção contra a dor de garganta. Nossa Senhora pode livrá-la da dor, sobretudo nos casos em que a dor poderia não a conduzir à salvação. Às vezes, uma dor de garganta, e males piores, podem fazer bem espiritual para muita gente. Se não houvesse doença na Terra, o inferno estaria muitíssimo mais cheio. Portanto, não é qualquer doença que Nossa Senhora cura”.

Detalhes do artigo

Autor

Revista Catolicismo

Revista Catolicismo

257 artigos

Catolicismo é uma revista mensal de cultura que, desde sua fundação, há mais de meio século, defende os valores da Civilização Cristã no Brasil. A publicação apresenta a seus leitores temas de caráter cultural, em seus mais diversos aspectos, e de atualidade, sob o prisma da doutrina católica. Teve ela inicio em janeiro de 1951, por inspiração do insigne líder católico Plinio Corrêa de Oliveira. Assine já a revista e também ajude as atividades do IPCO! Acesse: ipco.org.br/revistacatolicismo

Categorias

Tags

Esse artigo não tem tag

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Tenha certeza de nunca perder um conteúdo importante!

Artigos relacionados