Portal do IPCO
Plinio Corrêa de Oliveira
IPCO em Ação

Acesse sua conta

Logo do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira
Instituto

Plinio Corrêa de Oliveira

Caminho sinodal - Uma caixa de Pandora

Médica canadense confessa fracasso da cirurgia trans: estávamos errados

Por Marcos Machado

3 minhá 6 meses — Atualizado em: 3/16/2023, 6:42:03 PM


Estávamos errados“: fundadora de clínica transgênero lamenta seu papel na mutilação de crianças, comenta LifeSiteNews.
Os bloqueadores da puberdade “não são tão reversíveis como sempre pensamos, e têm efeitos de longo prazo no crescimento e desenvolvimento das crianças, incluindo torná-las estéreis e várias coisas que afetam o crescimento ósseo”.

“Estávamos errados”, essa confissão de uma médica (Dra. Susan Bradley) ativista e promotora de bloqueadores de puberdade, cirurgias trans para crianças e adolescentes comprova mais uma vez que as graves consequências da violentação da natureza criada por Deus — Ele os criou homem e mulher — têm que gerar distúrbios gravíssimos na saúde física e mental.

A natureza violentada se vinga: Naturam expellas furca, tamen usque recurret (Homero). Aproveitamos a ocasião para mostrar, mais uma vez, a contradição dos promotores da ideologia de gênero. Contradição? Ou coisa bem pior, como seria o ódio à natureza posta por Deus na Criação? Por que submeter crianças e adolescentes a uma violência de sua natureza, fazer propaganda a favor da ideologia de gênero quando não se conhecem as consequências físicas e mentais dessa “experiência”?

Sabemos pela História que Nazismo e Comunismo são experts e cultuadores de práticas semelhantes com o gênero humano: cobaias.

Contradição aberrante

Dizem os gurus da ecologia militante que não se pode violentar a natureza porque ela se vingaria nos terremotos, furacões, escassez de água e alimentos e lá vão as profecias catastróficas. Até o Papa Francisco endossou slogans assim em seus pronunciamentos.

Por que então se pode violentar a natureza das crianças com os bloqueadores de puberdade, efetuar operações irreversíveis de sexo? Nesses casos a natureza não se vingaria?, perguntamos aos fanáticos da ideologia de gênero.

Leitor, não lhe parece uma contradição? Logo no homem, que é o Rei da Criação, com todas as complexidades do organismo das quais a medicina ainda desconhece grande parte — há essa propaganda midiática a favor da ideologia trans?

Mudar de sexo não é troca de celular, nem de automóvel. Não é uma prótese dentária, ou substituição de braço ou perna. Ela envolve o homem no senso do ser, em suas aptidões, em sua força física e tantas outras.

O Mandato Divino

“Crescei e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a, e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves do céu, e sobre todos os animais, que se movem sobre a terra” (Gen. I, 28): esse é o Mandato Divino.

Sujeitar a natureza, dominar sobre aves, peixes, animais — tudo isso para aperfeiçoamento do homem, pleno exercício de suas pontencialidades.

Para orientar as atividades humanas dentro do plano de Deus na Criação foi-nos dado na Revelação, no Magistério tradicional da Santa Igreja o ensinamento das virtudes. Entre elas, as fundamentais, as cardeais: Justiça, Temperança, Fortaleza e Prudência. Guiados pela Fé, iluminado pela virtude da Sabedoria o homem atinge a perfeição moral, o pleno desenvolvimento de suas potencialidades e canaliza seus esforços para dominar a Natureza sem as brutalidades e destruições estúpidas favorecidas pela Revolução Industrial.

Mas, esse é outro tema, muito desevolvido pelo Prof. Plinio em suas análises sobre a Revolução Industrial.

Concluindo

A pressão midiática, a propaganda a favor das teorias de gênero em nada respeitam a natureza humana que não pode ser violentada. Se violentada terá as consequências: “Estávamos errados”, disse Bradley. Os bloqueadores da puberdade “não são tão reversíveis quanto sempre pensamos e têm efeitos de longo prazo no crescimento e desenvolvimento das crianças, incluindo torná-las estéreis e várias coisas que afetam o crescimento ósseo”.

Nossa Senhora Aparecida ajude as crianças e adolescentes e os proteja das maquinações midiáticas e gurus da ideologia de gênero. As esquerdas no Ocidente, no Brasil trabalham pela ideologia de gênero.

Violentar a natureza humana é muito mais grave do que a simples (e errada) depredação da natureza bruta.

Fonte: https://www.lifesitenews.com/news/we-were-wrong-transgender-clinic-founder-regrets-her-role-in-the-mutilation-of-children/?utm_source=featured-news&utm_campaign=usa

***

Detalhes do artigo

Autor

Marcos Machado

Marcos Machado

445 artigos

Pesquisador e compilador de escritos do Prof. Plinio. Percorreu mais de mil cidades brasileiras tomando contato direto com a população, nas Caravanas da TFP. Participou da recuperação da obra intelectual do fundador da TFP. Ex aluno da Escola de Minas de Ouro Preto.

Categorias

Tags

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Tenha certeza de nunca perder um conteúdo importante!

Artigos relacionados